Trabalho voluntário nas entidades filantrópicas

As Entidades Filantrópicas trabalham em sua grande maioria com mão de obra voluntária, devido ao seu papel para a sociedade. Os voluntariados são de grande ajuda aos gestores das fundações e associações, proporcionando suporte em diversas atividades desempenhadas pela instituição.

Entretanto, na administração das contas, todos os serviços, mesmo os voluntários devem ser contabilizados de alguma forma. Segundo o Conselho Federal de Contabilidade é possível registrar o trabalho como uma doação de serviço. “Uma delas (…) é o registro simultâneo em conta de despesa, correspondente à natureza do serviço consumido, e em conta de receita, correspondente à gratuidade obtida. Neste caso, para sustentar o registro contábil dos serviços prestados, é necessário a existência do “termo de voluntariado”, que é um contrato de trabalho dativo, e a contabilização do serviço é semelhante à contabilização de gratuidade recebida”, de acordo com o CFC.

Dessa forma, o trabalho voluntário pode ser reconhecido pelo valor justo da prestação do serviço como se tivesse ocorrido o desembolso financeiro e o resultado não se altera, visto que o valor é compensado pela receita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *