Buscas por Direitos Trabalhistas cresceram 50% durante a Pandemia. Verdade ou mentira?

Um levantamento realizado pela Dubbio, uma plataforma que esclarece dúvidas jurídicas e conecta cidadãos a advogados, apontou que, entre março e maio deste ano, a procura por informações sobre “Direito Trabalhista” aumentou 50% em relação ao mesmo período do ano passado.

O Brasil perdeu mais de 860 mil empregos formais, de acordo com informações do Cadastro Geral de Empregados e desempregados (Caged), esses dados referem-se ao mês de abril.

Somente no mês de maio, 455 trabalhadores entraram na Justiça diariamente alegando que foram demitidos em função da crise do novo coronavírus, e que não receberam o conjunto ou parte das verbas rescisórias obrigatórias, compostas pelo aviso prévio, férias vencidas e proporcionais, 13º salário e a multa de 40% aplicada ao FGTS. O total acumulado de cerca de 10 mil processos corresponde a pouco mais de 20% das 48.655 ações protocoladas na Justiça trabalhista entre 21 de abril e 20 de maio.

Segundo o Termômetro COVID-19 na Justiça do Trabalho, foram abertos mais de 49 mil processos trabalhistas nesses últimos meses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *